Cinco são presos acusados de torturar e matar casal em Mato Grosso

Seis suspeitos de assassinar um casal no bairro Nova Várzea Grande foram presos, na tarde desta quinta-feira (17), em ação da Delegacia Especializada de Repressão a Roubos de Veículos Automotores (Derrfva), Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP), Gerência de Operações Especiais (GOE), com apoio do helicóptero do Centro Integrado de Operações Aéreas (CIOPaer).

Os presos são: D. M. F., J. W. P. dos S., S. A. dos S. E., L. A. de A., e M. H. da S.. O sexto integrante da quadrilha, J. dos S. M. J., foi preso no começo da noite no bairro Jardim Vitória, local também de residencia da maioria dos presos.

Os criminosos são autores da morte do casal localizado na manhã de quarta-feira (16), em uma casa na Rua Sergipe, no bairro Nova Várzea Grande.

No local, os policiais encontraram uma mulher, identificada por Elisabete Macedo Braga de Oliveira, 45 anos, e Manoel Messias dos Santos, 48 anos, amarrados em um dos quartos da casa. Os corpos já estavam em estado de decomposição.

O casal havia sido contratado para reformar o imóvel, com pinturas e manutenção geral, segundo informações repassadas pela proprietária da casa a Polícia Civil.

Os suspeitos levaram a Fiat Strada  branca da vítima Elisabete e foi por meio do veículo, que tinha rastreador, que os policiais iniciaram as diligências chegando até o motorista, D. M. F., que trafegava pela região do CPA IV.

Ao ser detido, informou aos investigadores que havia pegado emprestado o veículo das mãos de quatro pessoas, que foram localizadas em uma chácara no Distrito de Nossa Senhora da Guia.

Todos serão autuados em flagrante por crime de latrocínio, na Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Veículos Automotores.

Mandado de Prisão

Após a prisão, os suspeitos foram encaminhados a Delegacia de Homicídios para cumprimento de um mandado de prisão contra, S. A. dos S. E.,  que já responde dois inquéritos policiais, sendo um o latrocínio do vigilante, Cícero Félix da Silva, 41, no dia 10 de fevereiro de 2016, em frente ao hall de entrada do Hotel Paiaguás, no bairro Bosque da Saúde, em Cuiabá.

Na ocasião, três suspeitos armados abordaram o segurança e sem dar qualquer chance de reação, efetuaram dois disparos de arma de fogo que atingiram a região do tórax e do pescoço da vítima. Os dois comparsas foram presos logo após o crime.

O suspeito S. A. dos S. E. também responde por crime de homicídio praticado contra Rogers Tiago Conceição, ocorrido no dia 12 de setembro de 2016, no bairro Santa Helena, em Cuiabá. A vítima foi morta por dois tiros em uma praça do bairro.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *