MORTE EM TREINAMENTO

Pedro Taques é o único com poder de barrar promoção de oficial do Bombeiros

Governador de Mato Grosso, Pedro Taques (PSDB), tem poder de suspender a promoção da tenente bombeiro Isadora Ledur, investigada por tortura que pode ter causado a morte de aluno durante treinamento.

A promoção está marcada para o dia 2 de dezembro, mesmo dia em que se formaria Rodrigo Patrício Lima Claro, 21, que morreu na noite de terça-feira (15), depois de sofrer uma forte hemorragia cerebral.

Rodrigo passou mal na tarde de 10 de novembro, durante treinamento na Lagoa Trevisan. Mais de 35 alunos participavam do curso e confirmaram que, por diversas vezes, durante a travessia, Rodrigo foi afundado pela tenente que o forçava a ficar debaixo d’água.

Era puxado e salvo por três colegas. Não chegou a terminar o treinamento. Com muita dor de cabeça e vômito, foi mandado embora por superiores. Voltou pilotando sua moto até o quartel e de lá, levado para Policlínica, começou a convulsionar. Mesmo submetido a cirurgia de emergência, para drenar o sangue do cérebro, não resistiu. A informação é do Gazeta Digital

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *