https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2015/10/mosquito-da-dengue-1024x707.jpg

SITUAÇÃO DE RISCO

Saúde aponta a incidência de microcefalia em 12 municípios de MT

Ilustrativa

De acordo com o monitoramento feito pelo Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde, Mato Grosso apresentou 338 notificações para microcefalia até 19 de novembro deste ano. Segundo as definições do Protocolo de Vigilância (recém-nascido, natimorto, abortamento ou feto), 133 notificações permanecem em investigação.

Os casos foram notificados por 55 municípios com distribuição ampla, entretanto permanecendo a maioria concentradas na região Centro-Sul do Estado, sendo 106 notificações em Rondonópolis, 58 em Cáceres e 47 em Cuiabá.

Segundo a classificação final, após a reavaliação clínica de exames de imagens e do perímetro cefálico, 26 municípios descartam 156 notificações para microcefalia, constatando que o mesmo estava dentro da normalidade e sem alterações do SNC.

Ressalta-se que o município de Itiquira descartou um dos casos devido à impossibilidade de continuar a investigação, seguindo a orientação do Ministério da Saúde. Apenas 49 casos foram confirmados com Microcefalia e/ou alterações do SNC.

Do total, 38 casos foram por exame de imagem, detectando alteração típica em 12 municípios são eles Cáceres, Claudia, Comodoro, Cuiabá, Juara, Peixoto de Azevedo, Rondonópolis, São José do Povo, Sapezal, Sorriso, Tapurah e Várzea Grande. Com 10 casos por amostra positiva de vírus Zika nos municípios de Cuiabá, Porto dos Gaúchos e Primavera do Leste e um caso de Sinop relacionado com Citomegalovírus.

A Secretaria Estadual de Saúde salienta que é importante que os municípios continuem a investigação conforme Protocolo de Vigilância, para confirmação ou descarte dos casos, contribuindo com informações precisas necessárias ao acompanhamento dos casos pela atenção à saúde.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *