CRIME SEXUAL

Candidato a presidente da Câmara de Cuiabá é suspeito de abusar da enteada de 11 anos

Um vereador de Cuiabá é acusado de abusar sexualmente da própria enteada, a menor V.L.O.O, de apenas 11 anos.

O suposto abuso foi registrado em boletim de ocorrência numa delegacia em Cuiabá, onde a garota esteve acompanhada de uma tia no último dia 16 de novembro.

De acordo com relato da menor, o abusou ocorreu no dia 11 de novembro, durante festa de aniversário da mãe da menor, ocorrida na casa do parlamentar.

Em determinado momento, a menor pediu a mãe para ir embora, mas foi convencida a ir para um quarto.

Sentindo que a filha estava triste, a mãe pediu para o vereador verificar o que acontecia com ela. Foi quando ocorreu o abuso.

A menina disse que o parlamentar a colocou no colo e tocou seus seios e barriga. Ela conseguiu sair do colo e foi para outro quarto.

O padrasto passou então a segui-la, deixando-a com medo.

Ela disse que voltou ao colo dele, que continuou com as caricias no seio e na barriga.

O parlamentar ainda descia para acariciar suas partes íntimas, mas foi interrompido porque o telefone celular tocou.

A adolescente disse que não contou o abuso para não interromper a festa de aniversário da mãe.

No entanto, no dia 16, ela e o padrasto discutiram e ela resolveu contar o fato para sua tia paterna.

A tia, então, a buscou e a encaminhou para registrar boletim de ocorrência. A denúncia será investigada pela Delegacia Especializada da Criança e do Adolescente.

O vereador é um dos mais antigos de Cuiabá.

Em outubro, ele foi reeleito para o quarto mandato parlamentar e vinha se articulando para disputar a presidência da Câmara de Cuiabá. Com informações do Muvuca Popular

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *