CRISE ECONÔMICA

Presidente da Assembleia Legislativa admite fazer empréstimo para pagar servidores

Com a alteração na data do repasse da última parcela do duodécimo, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Guilherme Maluf (PSDB), não descarta a possibilidade de vir a contrair um empréstimo para garantir o pagamento dos servidores do Parlamento estadual em dia.

“Se não houver repasse do duodécimo, a Casa não funciona, mas os servidores nós vamos pagar, nem que tenhamos que emprestar dinheiro”, enfatiza.

O parlamentar tucano admite que a Casa de Leis possui recurso em caixa. No entanto, afirma que o montante não é o suficiente para quitar a folha e pagar os fornecedores.

De acordo com ele, o Parlamento possui atualmente R$ 35 milhões em suas contas. “Os R$ 35 milhões em caixa não dão pra fechar as contas que temos. Só de URV (Unidade Real de Valor) dos inativos é de quase R$ 8 milhões. Ainda temos a folha dos servidores, os prestadores de serviços, os contratos que a Casa tem”, explicou.  Com Diário de Cuiabá

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *