https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2015/09/marcel-de-cursi.jpg

OPERAÇÃO SODOMA

Superior Tribunal de Justiça nega HC e mantém Cursi no Centro de Custódia

Divulgação

O ex-secretário de Fazenda de Mato Grosso, Marcel de Cursi, teve mais uma derrota jurídica esta semana.

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) negou pedido de liminar em habeas corpus a Cursi, na última terça-feira (29).

A decisão foi do ministro Antônio Saldanha Pinheiro.

Cursi está preso no Centro de Custódia de Cuiabá desde 15 de setembro do ano passado.

Ele foi preso na primeira fase da operação Sodoma, em operação deflagrada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado – Gaeco.

O ex-secretário é acusado de ter sido beneficiado em suposto esquema envolvendo a concessão de incentivos fiscais durante a gestão do então governador Silval Barbosa (PMDB), que também está preso no mesmo presídio desde 17 de setembro de 2015 sob a mesma acusação.

Marcel de Cursi também é acusado de ter participado de um outro suposto esquema dentro do Governo Silval na compra de um terreno no bairro Osmar Cabral em imóvel denominado Jardim Liberdade.

Os prejuízos aos cofres públicos teriam ultrapassados os R$ 15 milhões.

As investigações foram feitas durante a Operação Seven, aonde o ex-secretário foi alvo de outro mandado de prisão.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *