https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2017/01/SAM_0014.jpg

AUMENTO DE SALÁRIO

Dilemário mantém veto na Câmara se Emanuel rejeitar aumento de salário

SAMSUNG CSC

O vereador Dilemário Alencar (PROS) usou de bom senso para anunciar que vai votar pela manutenção do veto do prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (PMDB), sobre o aumento de salário para o prefeito, vice e dos vereadores aprovado pela Câmara de Vereadores de Cuiabá, na sessão do dia 27 de dezembro de 2016, para a nova legislatura 2017/2020.

O vereador visitou à redação do 55, na manhã desta quinta-feira (5), e comentou que como o Emanuel já anunciou o veto ao aumento, ele irá seguir a manutenção para evitar novos desgastes ao Poder Legislativo.

Dilemário anuncia que se Emanuel votar aumento de salário, ele vota pela manutenção do veto na Câmara. Foto: Mato Grosso Mais

Dilemário anuncia que se Emanuel vetar aumento de salário, ele vota pela manutenção do veto na Câmara. Foto: Mato Grosso Mais

Alencar criticou a forma como a sessão foi realizada para o aumento de salário.

Segundo ele, faltou comunicação da Câmara para explicar o aumento de salário.

O vereador, que é primeiro-secretário da Câmara, ainda disse que a Mesa Diretora do Legislativo deve ter uma reunião ainda nesta quinta-feira para decidir sobre o assunto.

Os novos salários subiram em média 23,5%.

O prefeito terá subsídio mensal de R$ 23 mil. O salário atual é de pouco mais de R$ 17 mil.

O salário de vice-prefeito passou para R$ 16 mil e era de R$ 10 mil.

Os salários dos parlamentares saltaram de R$ 15 mil para R$ 18,9 mil.

VEJA TRECHO DA ENTREVISTA DE DILEMÁRIO ALENCAR:

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *