NOVO ASSESSOR DE BLAIRO

Wellington Fagundes recebeu doação de quase R$ 2 milhões de empresário enrolado com a Justiça

O senador por Mato Grosso e presidente do PR no Estado, Wellington Fagundes (PR), protagonista, esta semana, de duras críticas ao governo Pedro Taques (PSDB), teve o seu nome divulgado em uma polêmica nacional de forma negativa ontem (25) pela revista Época.

O novo assessor do gabinete do ministro da Agricultura, Blairo Maggi (PP), é enrolado com a Justiça ao ter os bens bloqueados em supostas irregularidades, de acordo com o Ministério Público Federal (MPF), em contrato com o Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes) para a recuperação de uma rodovia em Mato Grosso do Sul.

O empreiteiro Lázaro Borges, dono da Enpa Engenharia e Parceria Ltda é doador de campanha do republicano.

Dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) – ver abaixo – mostram que a empresa de Borges fez quatro doações para Fagundes na campanha ao Senado da República em 2014. Três de meio milhão e uma de R$ 450 mil.

No Ministério da Agricultura, o empreiteiro-assessor de Maggi terá de abrir mão dos milhões a que está acostumado para ganhar salário que não chega a R$ 12 mil. (Com informações da Época).

Sem título

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *