https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2016/12/9920161207_085754-1024x576.jpg

EXERCÍCIO 2015

Taques: Janaina faz vingança política com contas

Mato Grosso Mais

O governador Pedro Taques (PSDB) considera que a oposição liderada pela deputada Janaina Riva (PMDB) pratica “revanchismo e vingança” política ao defender que as contas do Executivo no exercício de 2015 sejam reprovadas.

Entretanto, afirma que confia na base governista na Assembleia e acredita na aprovação com ampla maioria dos votos.

“A oposição tem que fazer oposição. Tem mesmo que fiscalizar. Nós confiamos na nossa base. Agora, aqueles que querem fazer revanchismo e vingança política, isso é outra coisa”, declarou Taques durante a Caravana da Transformação, em Jaciara, neste sábado (28).

Além disso, Taques ressaltou que os oposicionistas perderam as eleições em 2014.  “Na eleição, o povo disse o seguinte: aqueles que administravam o Estado no passado têm que ir para oposição e ficar por lá mesmo que o lugar correto deles”, completou.

Para defender a reprovação das contas de Taques em 2015, Janaina Riva alega que sua equipe técnica encontrou três falhas graves ao analisar as planilhas apresentadas pelo Executivo.

As impropriedades são o não cumprimento de metas orçamentárias, o estouro dos limites de gasto com pessoal previstos na Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) e a contratação de créditos sem aval do Legislativo.

Já o líder do Governo na Assembleia, Dilmar Dal Bosco (DEM), lembra que as contas de Taques em 2015 receberam parecer favorável do Tribunal de Contas do Estado (TCE).

Além disso, garante que serão aprovadas com os votos dos 18 integrantes da base governista.

Apesar da polêmica, Taques classifica seu relacionamento com a Assembleia como o “melhor possível” e diz que está pautado pela “independência” e “harmonia”.

“O presidente Guilherme Maluf fez um excelente trabalho na Assembleia. Nós entregamos 141 ambulâncias junto com os deputados e temos certeza que o deputado Botelho vai continuar com independência e harmonia”, conclui Taques, que confirmou presença na posse do socialista na presidência, marcada para o próximo dia 1º, quando visitará o Legislativo pela terceira vez.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *