https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2017/02/bc449dda75f192ab8820ae14e592a8fb.jpg

FICHA LIMPA

Gcom divulga nota e nega que secretário adjunto nomeado seja alvo de investigação policial

Por meio de nota, o Gabinete de Comunicação do Estado de Mato Grosso informou que a nomeação do secretário adjunto do Tesouro estadual, Francisco Serafim de Barros, está de acordo com a  Lei Complementar 135/2010, a Lei da Ficha Limpa, bem como o decreto nº 5, de 1º de janeiro de 2015.

Segundo informações do Gabinete de Comunicação, Francisco não responde a nenhum inquérito policial sobre os fatos alegados na mídia.

Um inquérito que o apontava como suspeito de um crime foi arquivado pela Justiça, seguindo parecer de arquivamento do Ministério Público Estadual. Desta forma, Francisco Serafim não está impedido de exercer função pública.

Francisco Serafim de Barros é mato-grossense de Guiratinga, economista, foi servidor do Banco da Amazônia por 38 anos, chegando a exercer a função de presidente do banco. Também atuou como secretário de Planejamento e Finanças da Prefeitura de Cuiabá.

Foto: Thiago Bergamasco

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *