https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2016/10/silval.jpg

PRESO NO CENTRO DE CUSTÓDIA

Advogados negam que Silval Barbosa esteja negociando delação premiada junto ao MPE

Divulgação

Os advogados Ulisses Rabaneda e Valber Melo, que patrocinam a defesa do ex-governador Silval Barbosa (PMDB), negam que o ex-gestor esteja negociando com o Ministério Público do Estado delação premiada nos crimes em que é acusado de envolvimento.

Os defensores divulgaram nota pública negando que isto esteja sendo tratado para que o ex-governador ganhe a liberdade. A defesa questiona a legalidade das operações deflagradas e diz que a análise delas serão feitas no STJ e no Supremo Tribunal Federal.

VEJA ABAIXO, ÍNTEGRA DA NOTA

A respeito das novas notas divulgadas na imprensa, sobre suposta negociação de colaboração premiada por parte do ex-governador Silval Barbosa, estes advogados, responsáveis pela sua defesa, esclarecem que inexiste qualquer tratativa nesse sentido.

A defesa de Silval Barbosa insiste com as medidas necessárias à consecução de sua liberdade, bem como naquelas que questionam a legalidade das operações deflagradas, cuja análise ocorrerá através de julgamento perante o Superior Tribunal de Justiça e Supremo Tribunal Federal.

Estes advogados esclarecem não serem contra o instituto da colaboração premiada, sendo este importante instrumento de defesa, no entanto, apesar desta compreensão, descartam atuar em acordos desta natureza.

Ulisses Rabaneda
Valber Melo

Silval está preso em Cuiabá desde 17 setembro de 2015 no Centro de Custódia de Cuiabá acusado de envolvimento em um suposto esquema envolvendo incentivos fiscais, decorrente da terceira fase da Operação Sodoma, realizada pela Delegacia Fazendária do Estado.

O ex-governador é acusado de chefiar uma quadrilha que cobrava propina de empresários beneficiados com incentivos fiscais e também de empresários que tinham contratos com o Estado e para que não fossem encerrados eram “obrigados” a pagar propina para o grupo do peemedebista.

O ex-gestor teve mandados de prisão cumpridos na primeira fase da Sodoma (setembro de 2015), na Operação Seven (1º de fevereiro deste ano) e por último, na terceira fase da Sodoma, deflagrada no dia 22 de março deste ano.

Além de Silval, o ex-secretário Marcel de Cursi também está preso no Centro de Custódia.

O ex de Fazenda está preso desde o dia 15 de setembro do ano passado na primeira fase da Operação Rêmora.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *