NEPOTISMO CRUZADO

Secom emite nota sobre investigação do MPE em contratação de prefeitura e Câmara de Vereadores

A prefeitura de Cuiabá emitiu nota pública sobre uma suposta denúncia de nepotismo cruzado que deve ser investigado pelo Ministério Público do Estado. Segundo o MPE, o suposto nepotismo existiria na contratação da cunhada do prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (PMDB), pela Câmara de Vereadores da Capital, e a contratação do irmão do presidente da Casa de Leis Municipal, Justino Malheiros, pela prefeitura.

NOTA DA PREFEITURA DE CUIABÁ

O poder executivo do município de Cuiabá não foi oficialmente notificado do assunto em tela. A municipalidade entende ser função institucional do MP averiguar todas as situações de legalidade e moralidade envolvendo a gestão pública. Em sendo notificado, o prefeito responderá com transparência e com a consciência tranquila. Os casos identificados internamente de nepotismo foram imediatamente sanados, tendo a Procuradoria Geral do Município, a pedido do prefeito, emitido parecer no qual apontou os parâmetros e critérios estabelecidos pelo STF sobre este tema, de modo que os servidores municipais estão lotados em total respeito à Constituição. O parecer foi entregue na última sexta feira e será aplicado no âmbito do poder executivo. A recondução do senhor Júlio César Malheiros no mesmo posto já ocupado há três anos e meio, assim como a maioria dos adjuntos da secretaria de Obras, deve-se ao reconhecimento da sua competência para o exercício da função, medida que atende ao interesse público.

Secretaria de comunicação de Cuiabá

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *