https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2017/03/faixa.jpg

A PARTIR DE AMANHÃ

Câmeras de videomonitoramento multam quem andar na faixa de ônibus na Avenida do CPA

A fiscalização realizada através da Central de Monitoramento da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana vai garantir maior agilidade ao transporte público na Capital.

O objetivo da intensificação do policiamento por meio das câmeras é certificar que a faixa exclusiva para o transporte coletivo não seja ocupada por outros veículos.

Para auxiliar a orientação aos condutores, placas de sinalização também foram instaladas nas vias contempladas. A operação tem início na próxima segunda-feira (06).

Segundo o secretário municipal de Mobilidade Urbana, Antenor Figueiredo, as frotas de ônibus têm enfrentado dificuldades para cumprir seus respectivos itinerários com celeridade.

Com outros automóveis utilizando o espaço reservado para os usuários do transporte público, as viagens tem se tornado mais longas, prejudicando a qualidade do serviço.

“Nosso propósito não é multar o motorista cuiabano, não foi para isso que a Central de Monitoramento foi implantada. O que a Prefeitura de Cuiabá quer é conferir maior presteza no trânsito da cidade. As faixas exclusivas foram criadas com a missão de deixar o caminho livre para que os ônibus circulem com mais rapidez. No entanto, quando todos passam a usar o mesmo espaço sem autorização, o trabalho desenvolvido pelos motoristas – que consiste em levar o usuário ao seu destino em tempo hábil – fica comprometido”, afirma.

Viagens mais longas prejudicam a vida daqueles que fazem deste transporte seu principal meio de locomoção diário.

Com uma média de 70 passageiros por veículo e cerca de cinco milhões de pessoas que usam o serviço mensalmente na Capital, o ritmo de trabalho das frotas de ônibus é intenso e o passageiro precisa ser colocado como prioridade, conforme pontua Antenor.

“Tudo que estiver ao nosso alcance para tornar a viagem dos passageiros mais confortável e agradável, nós faremos. Sabemos que o transporte ainda não está em seu estágio ideal, mas também reafirmamos que a qualidade do serviço consiste em um conjunto de aspectos e a agilidade na condução dos usuários é essencial para que as viagens sejam menos exaustivas, tanto para eles, como para os próprios motoristas”, concluiu.

Futuramente, as avenidas Fernando Corrêa e Getúlio Vargas também passarão pela fiscalização mediante a Central de Monitoramento.

Veja Mais

2 comentários em “Câmeras multam quem andar na faixa de ônibus”

  1. Marlene Pereira disse:

    Pegam um modelo europeu e aplicam de forma equivocada em Mato Grosso. Essas faixas existem na Europa porque lá a população não necessita de transporte próprio, uma vez que o transporte público é de qualidade (ônibus, metrô e trem). Aqui o que está acontecendo é uma bagunça na cidade. As pessoas continuam a fazer de tudo para ter transporte próprio (carro ou moto) pela ineficiência do público. E por esse motivo, uma faixa a menos está sendo um transtorno, tornando o trânsito insuportável e fazendo com que as pessoas se atrasem para chegarem aos seus destinos.

  2. Marlene Pereira disse:

    Pegam um modelo europeu e aplicam de forma equivocada em Mato Grosso. Essas faixas existem na Europa porque lá a população não necessita de transporte próprio, uma vez que o transporte público é de qualidade (ônibus, metrô e trem). Aqui o que está acontecendo é uma bagunça na cidade. As pessoas continuam a fazer de tudo para ter transporte próprio (carro ou moto) pela ineficiência do público. E por esse motivo, uma faixa a menos está sendo um transtorno, tornando o trânsito insuportável e fazendo com que as pessoas se atrasem para chegarem aos seus destinos.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *