https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2016/11/99Sem-título.jpg

NESTA SEGUNDA-FEIRA

Coronel Alessandro Borges assume comando do Corpo de Bombeiros de Mato Grosso

Marcus Mesquita

Alessandro Borges. Foto: Marcus Mesquita

Manter a integração da tropa, reestruturar e instalar a unidade no interior do estado são as principais propostas do novo comandante do Corpo de Bombeiros, coronel BM Alessandro Borges, que assume a direção na segunda-feira (06.03).

A passagem do comando será realizada no estacionamento da Arena Pantanal, às 16 horas, em Cuiabá.

Para alcançar os objetivos, o novo comandante garante conciliar as ações com o planejamento estratégico, tático e operacional já definido pela instituição para os próximos anos e ampliar as ações, firmando parcerias junto aos Governos do Estado e Federal.

“O comando atual foi muito participativo, ficamos dois meses trabalhando num diagnóstico da nossa instituição. O plano elaborado para os próximos três anos teve a participação de muitos dos nossos profissionais. Temos uma análise sobre recursos, áreas de canalização de investimentos, e necessidades estruturais, quero trabalhar em cima disso e dar continuidade a este modelo de gestão, mantendo a interação” afirma.

A fim de garantir a qualidades dos serviços prestados à sociedade, Borges destaca a intenção em investir na qualificação profissional dos servidores.

“Quero dar atenção para a qualificação da tropa nos níveis estratégico, tático e operacional, formalizar a academia militar junto ao Ministério da Educação (MEC) e assegurar a instalação de uma escola de ensino militar”, ressalta o novo comandante.

Quanto à interiorização da unidade, o novo comandante diz que o desafio será expandir ao máximo o atendimento para os 141 municípios do Estado.

“Já estamos trabalhando na expansão dos nossos serviços, ainda este ano teremos mais uma unidade do Corpo de Bombeiros que nos dará suporte na região metropolitana. No interior, dois novos quartéis estão previstos para serem construídos, em Sinop e Primavera do Leste, são pontos estratégicos que devem nos garantir pronta resposta à população”, explicou o coronel Borges”.

Reformas de unidades, incremento de efetivo, investimentos em projetos sociais também vão receber uma atenção maior. Os projetos já existentes devem receber investimentos e as cidades que não possuem nenhum tipo de programa social devem implementar as atividades.

Alessandro Borges tem 22 anos de atuação no Corpo de Bombeiros Militar e já passou por diversos setores da unidade. Antes de assumir o compromisso como comandante geral, estava lotado na Diretoria de Administração Institucional (DAI/CBMMT).

Mais bombeiros e equipamentos

O Governo do Estado realizou investimento histórico no Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso em 2016.

A unidade, que no final de 2014 contava com apenas 887 homens, recebeu um incremento do último curso de formação de soldados e atualmente conta com 1.441 bombeiros militares atuando no estado. A ação possibilitou a expansão do atendimento às demandas na Capital e no interior do estado.

Ainda em 2016, foram investidos R$ 8,5 milhões na aquisição de 15 novas viaturas Auto-Bomba Tanque e mais R$ 1,5 milhão em novos equipamentos de proteção individual para os militares, totalizando 1.122 conjuntos de uniformes e 500 capacetes modelo Gallet.

O coronel Júlio Cesar Rodrigues, que se despede da corporação indo para a reserva remunerada, comentou que deixa o Corpo de Bombeiros em uma situação bem melhor que quando chegou, há 22 anos, vindo do Exército Brasileiro.

“A corporação hoje é muito mais forte, com mais recursos humanos, equipamentos. O capacete gallet era um sonho, não tínhamos nada, só a força e a coragem”.

Ele ainda parabenizou a ação de integração das forças de segurança e que há muitos anos não se via uma transição de comando tão serena e tranquila.

Foto: Marcus Mesquita

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *