https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2017/12/curso.jpg

PROVA EM JUÍNA

Polícia Militar de Mato Grosso investiga suspeita de fraude em concurso para promoção de 3º sargento

Divulgação

Foto: Divulgação

A Polícia Militar emitiu uma nota pública informando que vai investigar a conduta de um soldado do Polo de Juína (730 km de Cuiabá) que fotografou e divulgou, em redes sociais, o cartão resposta, ainda sem preencher, para o processo seletivo para sargento da PM, aplicada neste domingo (03).

Segundo a PM, como o cartão não tinha respostas marcadas, a situação não compromete a lisura do concurso, porém pode levar a desclassificação do candidato.

Com duração de 4 horas, a prova era composta por 75 questões de múltipla escolha, valendo um ponto cada uma.

A Universidade Federal de Mato Grosso foi a responsável pela aplicação do processo seletivo.

 

Foto: Divulgação

O processo seletivo interno é destinado a formação do Quadro de Acesso por Mérito Intelectual para a promoção à Graduação de 3° Sargento do Quadro de Praças da Polícia Militar do Estado de Mato Grosso no ano de 2018, com abertura de 160 vagas.

NOTA NA ÍNTEGRA

A Polícia Militar informa que adotou as medidas legais em relação ao soldado do Polo de Juína que fotografou e divulgou em redes sociais o gabarito da própria prova do concurso interno para sargento aplicada neste domingo(03.11).

O Comando da PMMT comunicou a Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), instituição responsável pela elaboração e aplicação da prova, e determinou à Corregedoria a  instauração de sindicância para apurar a conduta do policial.

A folha do gabarito do policial não apresenta respostas, portanto não compromete a lisura do concurso, mas sua conduta poderá levá-lo à desclassificação, além de implicações administrativas.  

*Sob supervisão do editor

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *