https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2018/08/4673c9d401842aa0455b635067101f22.jpg

SUSPEITA DE CRIME PASSIONAL

Estudante de medicina de MT é morta a facadas no Paraguai

Reprodução

A estudante Erika de Lima Corte, de 29 anos, foi morta na madrugada desta segunda-feira (20) em Pedro Juan Caballero no Paraguai, município que faz fronteira com Ponta Porã, MS, a 326km de Campo Grande. A jovem era brasileira, os documentos de Erika são de Barra do Garças, MT. Segundo a perícia, o corpo tinha marcas de 16 perfurações na região do tórax e pescoço.

De acordo com o boletim de ocorrência registrado pela polícia de Pedro Juan Caballero, o corpo foi encontrado com um pano branco sobre o rosto, no quarto de um apartamento. Ela dividia a residência com uma colega de faculdade, Milena Oliveira, que relatou à polícia ter saído de casa por volta de 17h e quando retornou, de madrugada, encontrou o corpo da colega no quarto.

Erika estudava medicina em Pedro Juan, local que atrai muitos estudantes brasileiros por oferecer o curso com custo mais baixo que no Brasil. O crime foi registrado como homicídio doloso, mas segundo o comissário Flamino Quintero, chefe do departamento de investigação da polícia do Paraguai, a suspeita é de crime passional. A equipe da divisão de homicídios da polícia paraguaia está investigando o caso.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *