https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2019/05/cb8e81dd5f7b2e28e2d53b0ac4d744d0.png

SUSPEITO FOI LIBERADO

Membro de CV encomenda “salve” à ex-mulher

Reprodução

Declarado membro do Comando Vermelho, Johny Louzeira Santos, 28 anos, foi preso suspeito de ter encomendado ”salve” contra a própria companheira A.R.D.S., 34 anos, na noite do último sábado (25). A vítima acabou sendo cercada por um bando, nas ruas do bairro Parque Atalaia, em Cuiabá, ela foi espancada a pauladas e teve parte do cabelo arrancado.

O juíz Lídio Modesto da Silva Filho determinou a liberdade provisória ao suspeito, sem fiança. “Uma vez que não há risco objetivamente demonstrado nos autos, caso o custodiado seja mantido solto, sendo que as minúcias relacionadas a estes fundamentos seguem gravadas no áudio desta audiência e a parte dispositiva segue transcrita”.

Por telefone, a mulher contou ao Site O Bom da Notícia, que Johny havia descumprimento medida protetiva. O casal conviveu há mais de 10 anos e estava separado há pelo menos seis meses. John e a mulher possuem uma filha de 5 anos.

A vítima relatou que só não foi morta porque procurou abrigo em um bar e a dona do comércio impediu que o grupo a executassem. A comerciante acionou a Polícia Militar.

O suspeito foi preso pela PM ainda no bairro, porém, negou a participação no crime. Em depoimento, John afirma não estar por trás das agressões a ex-mulher, dizendo que não conhece os agressores e passou pelo local por coincidência. Porém, a vítima não tem dúvidas de que os agressores agiram a mando de Johny, pois ele havia dito que iria mandar o Comando Vermelho (CV) dar um salve nela.

A mulher contou que Johny não aceita o fim do relacionamento. No início do ano, o homem teria invadido a residência onde ela morava e cortou um pedaço da orelha do atual marido dela com um facão.

O suspeito foi procurado diversas vezes pela reportagem, porém, não tivemos sucesso nas ligações. O espaço segue aberto.

 

Rafael Medeiros

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Mais