https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2018/06/37337072930_6f88cdf353_b.jpg

EM ALDEIA INDÍGENA

Ex-assessor da Assembleia Legislativa de MT é preso com 500 pedras de diamantes

PJC-MT

A Polícia Civil de Comodoro (MT) apreendeu neste sábado (6) mais de 500 pedras de diamante extraídas ilegalmente de uma terra indígena.

Dois homens foram presos em flagrante, incluindo um ex-assessor parlamentar da Assembleia de Mato Grosso. É uma das maiores apreensões desse tipo registradas no país.

Os diamantes estavam em dois sacos com 470 pedras. Havia ainda um par de brincos e um pingente em forma de pantera, ambos cravejados de diamantes –estratégia usada para despistar a fiscalização.

Ainda não há uma estimativa do valor dos diamantes apreendidos. Por causa da quantidade, os policiais não tiveram tempo para contar as pedras incrustadas nas duas joias.

Segundo a polícia, as pedras foram encontradas após uma denúncia anônima informando o veículo em que ambos viajavam, vindos de Rondônia. Foi montada uma barreira na BR-174 em área próxima a Comodoro, a 638 km a noroeste de Cuiabá.

Um dos presos é A. R. de C. F., que, apesar de não ser mais assessor parlamentar desde o início do ano, portava um crachá da Assembleia Legislativa.

O outro é o A. C. da S., que, de acordo com a polícia, tem três empresas inativas de mineração em seu nome. A informação é da Folha de São Paulo

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *