https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2019/07/218153.jpg

NESTA SEXTA-FEIRA

Audiência pública debate concessão de rodovias em Tangará da Serra

Reprodução

Os detalhes da concessão de 233 quilômetros de rodovias que dão acesso ao município de Tangará da Serra e Barra do Bugres serão apresentados durante audiência pública, a ser realizada nesta sexta-feira (19), às 9h, na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT). Serão contempladas pela concessão à iniciativa privada as rodovias MT-246, MT-343, MT-358 e MT-480. A audiência atende ao pedido do deputado estadual Dr. João José (MDB), parlamentar representante da região médio-norte do estado.

“A concessão poderá assegurar grandes investimentos nas rodovias da nossa região, que hoje possui trechos repletos de buracos colocando em risco os motoristas que trafegam pelas vias. Precisamos recuperar urgente as nossas rodovias”, afirmou o deputado. O prazo de concessão é de 30 anos, com previsão de investimento de R$ 638,28 milhões ao longo do período de vigência do contrato. Após a assinatura, a empresa terá o prazo de um ano para realizar as melhorias do pavimento.

A empresa ou consórcio que vencer a licitação terá a concessão das rodovias e ficará responsável pela prestação dos serviços públicos de conservação, recuperação, manutenção, implantação de melhorias, bem como a operação rodoviária das vias inclusas no pacote.

A Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra) já abriu o processo de consulta pública com a disponibilização no site (www.sinfra.mt.gov.br) do edital de licitação, que definirá a concessionária que poderá ficar responsável pela administração das estradas.

Conforme o edital, dentre os serviços que precisam ser realizados de imediato, estão a recuperação preliminar de pavimento; a recuperação de sinalização vertical e revitalização da horizontal, e a limpeza e recuperação do sistema de drenagem e recuperação dos sistemas elétricos e iluminação. Somente após todos esses serviços é que o Estado poderá permitir que a empresa faça a instalação das praças de pedágio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Mais