https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2019/07/Polícia-Militar-2-785x466-1.jpg

UNIÃO DO NORTE

Mulher que participou da morte do marido PM é condenada a 14 anos

Montagem

Mulher que matou seu marido, o policial militar Moshe Dayan Simão Kaveski, de 28 anos, foi condenada a 14 anos de prisão em regime inicialmente fechado por fraude processual e homicídio qualificado.

Deise Ribeiro de Oliveira, de 25 anos, foi julgada em Peixoto de Azevedo (197 quilômetros de Sinop) na última sexta-feita, mas os dados só foram divulgados, ontem, no Diário da Justiça Eletrônico.

Deise está cumprindo pena na cadeia feminina de Colíder, ela foi presa em flagrante pela morte de Kaveski, com pelo menos quatro tiros, no portão da casa dele, em União do Norte.

O caso 

Moshe Kaveski foi executado a tiros, na noite de 4 de dezembro de 2017, em frente à sua residência, no distrito de União do Norte, em Peixoto de Azevedo.

Segundo informações, o PM foi morto no momento em que desceu do carro para abrir o portão da casa. Sua esposa já havia entrado no mesmo imóvel para guardar uma motocicleta.

O policial foi atingido por disparos de arma de fogo na cabeça e tórax. Ele foi enterrado em Ponta Porã, Mato Grosso do Sul, onde a família reside.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Mais


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 25 de julho de 2019 às 11:27:19
  • 25 de julho de 2019 às 09:59:31