https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2019/08/Maria-da-Penha.jpg

NESTA SEXTA

Maria da Penha, que dá nome à lei, fará palestra em Cuiabá

Viktor Braga/UFC

O Governo do Estado de Mato Grosso, em parceria com o Tribunal de Justiça, realiza na próxima sexta-feira (09.08) o “Colóquio dos 13 anos Maria da Penha”, com a presença de honra da própria Maria da Penha, no teatro Zulmira Canavarros, em Cuiabá.

O evento ocorrerá em alusão aos 13 anos da Lei n. 11.340/2006, mais conhecida como Lei Maria da Penha, e contará com a presença do governador Mauro Mendes e da primeira-dama Virginia Mendes, do presidente do TJ-MT, desembargador Carlos Alberto Rocha, além de diversas outras autoridades.

A programação inicia às 9h com a abertura e segue com diversas palestras proferidas por especialistas no assunto da violência doméstica e familiar. A palestra de destaque será com a própria Maria da Penha, às 17h, encerrando o evento e contando sobre sua história de vida e como transformou uma tragédia pessoal em bandeira de luta.

Uma referência em Mato Grosso quando se fala no enfrentamento da violência doméstica, a desembargadora Maria Erotides Kneip, responsável pela Coordenadoria Estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar (Cemulher) do Tribunal de Justiça, destaca o que ocorreu após a vigência da Lei Maria da Penha no Brasil, especialmente em Mato Grosso.

“Somos o estado brasileiro que primeiro implementou o exercício da Lei. Ela passou a vigorar em 22 de setembro de 2006 e as nossas varas de violência doméstica da capital foram instaladas nessa data. De lá para cá, muitas vidas foram poupadas. Temos sim o que comemorar. Mas o que poderia ter melhorado mais, quais foram os avanços? Essa discussão é a proposta do colóquio”, comentou a desembargadora.

A primeira-dama Virginia Mendes, que desde o início do mandato do governador Mauro Mendes vem atuando em prol da instalação, em Cuiabá, da Delegacia 24 horas para atendimento aos casos de violência doméstica e familiar, reforça a importância do evento e da união de todos os Poderes e sociedade civil em prol da causa.

“É uma honra e motivo de muito orgulho para mim poder ajudar a tirar do papel a primeira delegacia 24 horas de atendimento à mulheres vítimas de violência. Estamos trabalhando para a implantação da rede de enfrentamento à violência doméstica não só em Cuiabá, mas em todos os municípios do Estado, em parceria com a desembargadora Maria Erotides, uma mulher que admiro muito e que é uma referência no país quando se trata do combate à violência contra mulher, bem como com os Conselhos da Mulher e demais entidades que atuam na causa”, disse Virginia.

“Precisamos pensar naquelas que sofrem. A dor de uma agressão, seja ela de qualquer natureza, não é uma dor qualquer e só sabe disso quem passa. Temos que nos solidarizar e estou honrada em poder participar de mais esta ação, em especial com a presença da Maria da Penha, que lutou 20 anos para punir seu agressor, ficou numa cadeira de rodas e tudo o que ela fez hoje ajuda a salvar a vida de milhares de mulheres”, frisou a primeira-dama.

O Colóquio Maria da Penha é uma realização da Associação Brasileira de Mulheres de Carreira Jurídica de Mato Grosso (ABMCJMT) e conta com o apoio do Governo de Mato Grosso, por meio da Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc), do Tribunal de Justiça e de diversos outros parceiros.

As inscrições já foram encerradas e o participante deverá levar também 1 kg de alimento não perecível para acesso ao Colóquio, que será destinado a Casas Abrigos de Cuiabá e Várzea Grande, que acolhem mulheres vítimas de violência doméstica e familiar com os filhos e filhas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Mais