https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2019/08/WhatsApp-Image-2019-08-09-at-14.24.33.jpeg

FLOR DO CAMPO

Grupo apresenta espetáculo Negritude nesta sexta-feira

Assessoria

Manter as tradições cuiabanas e levar alegria por onde passa é o objetivo do espetáculo Negritude, montado pelo Grupo de Siriri Flor do Campo, atual campeão do 13º Festival de Siriri de Cuiabá.

O show será realizado no Cine Teatro Cuiabá, no próximo dia 09 de agosto, às 20h30, representando todo o orgulho e a riqueza cultural dos negros que lutam  para conservarem vivas suas raízes.

O grupo foi fundado em 1982 e oficializado em 1986 pelo ‘seu’ Locádio, pai da dona Matilde da Silva, atual diretora. “Manter o grupo é sacrificado, mas é preciso educação e o sorriso no rosto no rosto sempre, porque o objetivo é mostrar a dança, a cultura, a raiz cuiabana e não deixar essa belíssima tradição morrer”, ressalta.

Tereza de Benguela , mãe Bonifácia, São Benedito, São Sebastião , capoeira, maculele, missa dos quilombos, lavagem das escadarias do Rosário, as Baianas e tantos outros ícones da cultura afrobrasileira se farão presentes nesse espetáculo, que conta ainda com a participação do Grupo de Teatro Cena Onze, Grupo de Capoeira Mestre Augusto, Grupo das Religiões de Matriz Africana e Comunidade Quilombola de Mata Cavalo.

“Graças a Deus, depois que vencemos o campeonato, muitas portas foram abertas para a gente. Dessa forma, conseguimos pagar os custos do grupo”, Completa dona Matilde.

O espetáculo Negritude é assinado por Flávio Ferreira, Flávia Taques, Edmilson Maciel, José Augusto Barbosa e Carlos Jerônimo, que juntos idealizaram um grande show, com teatro, performance e muita interação com o público.

“A ideia é criar  uma ambiência negra onde os valores culturais sejam resgatados, evidenciados e exaltados. o espetáculo começa quando o público pisa na calçada do Cine de Teatro e é transportado para um universo  que envolve cultura, religiosidade, orgulho e é convidado a uma reflexão sobre o negro na nossa sociedade”, destaca o diretor Flávio Ferreira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Mais


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 11 de agosto de 2019 às 07:49:50
  • 11 de agosto de 2019 às 07:49:03