https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2019/08/258.jpg

TRAGÉDIA EM RONDONÓPOLIS

Corpo de criança morta em acidente provocado por mulher de Sachetti é velado

Divulgação

O corpo de Daniel Augusto da Silva, de 3 anos, morto, após ser atropelado por uma Toyota Hilux, no início da noite deste domingo (11), em Rondonópolis (218 km de Cuiabá), está sendo velado na Capela da União Familiar, na Avenida Bandeirantes – Bairro Vila Operária, próximo do Corpo de Bombeiros, na cidade. O enterro será no cemitério Lourencinho, às 15h30.

Daniel estava junto com o pai, Marcos Souza da Costa, de 30 anos, e a esposa dele, Dayane Palmeiras dos Santos, de 35 anos, em uma mota quando foram atingidos pela Hilux, no cruzamento entre as Avenidas 15 de Novembro e Tiradentes. O acidente teria ocorrido após a Hilux avançar a preferencial e atingir a motocicleta.

A mulher do ex-deputado federal Adilton Sachetti, Lidiane Campos, de 30 anos, é quem dirigia o carro.

No boletim de ocorrência (BO) consta que Lidiane Campos fugiu do local sem prestar socorro às vítimas.

Após a batida, a motorista deixou o carro atrás de um supermercado, próximo do local do acidente.

A Delegacia de Delitos de Trânsito de Rondonópolis informou ao Mato Grosso Mais que, por causa da fuga da motorista, não conseguiu realizar o teste de bafômetro em Lidiane Campos.

A mãe do menino, Flávia Augusta da Silva, ficou desesperada ao tomar conhecimento do acidente com a morte do filho. Daniel foi passar o fim de semana com Marcos Souza da Costa para comemorar o dia dos pais. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Mais


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 12 de agosto de 2019 às 14:34:19
  • 12 de agosto de 2019 às 14:32:51