https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2019/08/images-5.jpg

TEMPERATURA QUENTE

PSL de MT filia prefeitos e estremece relação com possível vinda de Pivetta

Assessoria

O PSL de Mato Grosso conseguiu aumentar sua musculatura para o próximo pleito eleitoral. O partido que antes comandava as prefeituras de Sapezal (Valcir Casagrande), Campo Novo do Parecis (Rafael Machado) e Tapurah (Iraldo Ebertz), passa a ter mais três prefeitos filiados, são eles: Paranaíta (Antônio Rufatto), Nobres (Leocir Hanel) e Aripuanã (Jonas Canarinho), que tiveram a ficha de filiação assinada no último sábado (17).

Há também a expectativa de que o prefeito de Peixoto Azevedo (Maurício Souza) se filie na legenda.

Um outro caso de filiação está provocando uma estremecida dentro do PSL. A provável vinda do prefeito de Nova Mutum, Adriano Pivetta (PDT), irmão do vice-governador de Mato Grosso, Otaviano Pivetta.

Comenta-se nos bastidores que o suplente de deputado estadual, Gilberto Cattani, não estaria satisfeito com a vinda de Pivetta para a sigla.

Cattani é um apoiador da senadora Selma Arruda, mas se tornou uma espécie de rival do titular da vaga na Assembleia Legislativa, o deputado estadual Sílvio Fávero (PSL).

Há quem diga que o suplente esperou ser dono da cadeira no Parlamento Estadual após Fávero sofrer um incidente com um cachorro, ficando menos de um mês em recuperação.

O PSL de Mato Grosso também tem vice-prefeitos em Barra do Bugres, General Carneiro, Nova Guarita e Santa Carmem. São oito vereadores em Cuiabá, Rondonópolis, Sapezal, Itiquira, Nobres e Curvelândia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Mais


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 19 de agosto de 2019 às 15:42:55
  • 19 de agosto de 2019 às 15:34:59