https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2019/08/Cagece-na-Bienal-2-Foto-Deivyson-Teixeira.jpg

BIENAL DO LIVRO

Educação e meio ambiente caminhando de mãos dadas

Assessoria

Presente pela primeira vez na XIII Bienal Internacional do Livro do Ceará, a Cagece conta com um stand recheado de intuição e tecnologia, que foram pensadas e trabalhadas abordando a temática ambiental. A edição deste ano do evento tem como tema “As Cidade e os Livros” e acontece até dia 25 de agosto no Centro de Eventos do Ceará.

Os visitantes terão a oportunidade de ir além dos livros. No stand da companhia, há atividades e muita interatividade, pensadas para atrair o público e estimular o conhecimento sobre o setor do saneamento. Segundo Priscila Pinheiro, da área de eventos da companhia, o grande diferencial dos jogos e dos recursos de interatividade são os temas voltados para a sustentabilidade. “O objetivo é reforçar esses temas e aproximar os clientes da realidade da companhia”, explica.

Uma outra atividade é entender o processo de tratamento de esgoto por meio de uma maquete da Estação de Tratamento de Pré-Condicionamento de Esgoto (EPC). Ainda de acordo com Priscila, o cliente tem muitas dificuldades para entender os processos realizados pela companhia e por meio da maquete passa ter um maior entendimento para o público sobre os processos.

Além da maquete, os óculos de realidade virtual levam os visitantes a uma experiência única na Estação de Tratamento de Água (ETE) Gavião, com a demonstração dos processos realizados na captação e tratamento da água. A visita através da realidade virtual faz parte do projeto “Conhecendo Nossa Cagece”, que há 20 anos realiza passeios por estações e laboratórios da Cagece com o intuito de disseminar o trabalho realizado pela companhia.

O estudante Henrique Silva, 17, esteve no stand da Cagece e aprovou a visita à estação através do óculos de realidade virtual. “Foi muito divertido e descobri coisas que eu jamais imaginei, pois não sabia que existia esses processos antes da água chegar na minha casa”, conclui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Mais