https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2019/08/alison-dos-santos-21082019165944696.jpeg

NOVOS DESAFIOS

Medalhistas no Pan confirmam presença no Troféu Brasil

Jonne Roriz/Divulgação/COB

Depois de conquistar 16 medalhas nos Jogos Pan-Americanos de Lima, os principais atletas brasileiros estão prontos para um novo desafio. De olho no Mundial de Doha, em setembro, no Catar, e nos Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2020, eles já confirmaram participação no Troféu Brasil Caixa de Atletismo, de 29 de agosto a 1º de setembro, em Bragança Paulista, interior de São Paulo. O evento é a principal chance de obter índice para o Mundial. O prazo estabelecido pela Iaaf (Federação Internacional de Atletismo) é até 6 de setembro.

Maior competição de clubes da América Latina, o Troféu Brasil vai reunir um total de 740 atletas, de 125 clubes. Ouro no revezamento 4×100 m em Lima, Rodrigo do Nascimento, Jorge Vides, Derick Souza e Paulo André Camilo de Oliveira agora são adversários nos 100 m rasos do Troféu Brasil. Mas Jorge, Derick e Paulo André, todos do Pinheiros, são os favoritos no revezamento 4×100, que deve contar com reforço de Gabriel Constantino.

Rodrigo, atleta da Orcampi Unimed, carimbou no último sábado (17) o passaporte para Doha ao cravar 10s10 nos 100 metros. Jorge e Derick ainda não tem vaga garantida e buscam em Bragança o índice da prova para o Mundial.

Nos 400 metros com barreira, Alison dos Santos, também ouro em Lima, segue como grande nome do Brasil nas próximas duas competições mais importantes do esporte. Aos 19 anos, ele já correu pelo menos quatro provas internacionais abaixo do índice para Tóquio (48s90) e outras seis abaixo do índice para Doha (49s30). Ao fazer 48s45, sua melhor marca, carimbou o passaporte para os próximos dois grandes eventos. “A meta em Bragança é ajudar o Pinheiros a ser campeão novamente e completar o treinamento para o Mundial”, contou o técnico Felipe de Siqueira.

Segundo Felipe, Alison é um atleta acima da média pelos bons resultados e pouca idade. Tóquio será sua primeira Olimpíada. Quarto colocado no ranking mundial e melhor do país, Alison tem fôlego para chegar aos Jogos de Los Angeles 2028, segundo o técnico. “Hoje, pelos resultados que vem apresentando, é candidato a uma medalha em Tóquio. É para isso que estamos trabalhando”, revelou Felipe.

Outros dois ouros em Lima, Ederson Pereira, nos 10.000 m, e Altobeli Santos da Silva, nos 3.000 m com obstáculos, também estão confirmados no Troféu Brasil. Que terá também a participação de Andressa Moreira Fidelis, Vitória Rosa, Lorraine Martins e Rosangela Santos, todas defendendo seus clubes.

Caio Bonfim e Erica Rocha de Sena, nos 20 km marcha atlética, Andressa Oliveira de Moraes e Fernanda Borges, no lançamento do disco, Augusto Dutra, no salto com vara, e Eduardo de Deus, nos 110 m com barreiras, completam o quadro de medalhistas que devem brilhar também em Bragança.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *