https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2019/07/GAECO-e1527007393768-785x466.jpg

OPERAÇÃO MERCÚRIO

Gaeco prende 84 pessoas e apreende 42 carros de luxo avaliados em R$ 15 milhões

Divulgação

O promotor de Justiça do Gaeco de Uberlândia/MG, Adriano Bozola, em informações repassadas ao Mato Grosso Mais, fez um balanço sobre a Operação Mercúrio que ocorreu em Minas Gerais, Mato Grosso e outros oito estados, nesta quinta-feira (29).

De acordo com ele, dos 93 mandados de prisão, entre temporário e preventivo, 84 foram cumpridos.

Todos os 110 mandados de busca e apreensão foram efetivados.

De acordo com ele, em Uberlândia, foram apreendidos 80 veículos, sendo 42 carros de luxo, três motos e uma lancha, em uma revenda de carros na cidade, onde os veículos foram avaliados em R$ 15 milhões.

A OPERAÇÃO MERCÚRIO

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado – Gaeco – de Uberlândia/MG, deflagrou, nesta quinta-feira (29), em conjunto com os GAECO’s de Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Tocantins, Pernambuco, Franca/SP, Chapecó/SC e Londrina/PR, a Operação Mercúrio.

A operação foi deflagrada nos seguintes estados: Minas Gerais, Goiás, São Paulo, Paraná, Santa Catarina Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pernambuco, Tocantins e Pará, Mercúrio, na mitologia romana, é um mensageiro, Deus dos transportes, da venda, do comércio, do lucro e dos ladrões.

A Operação Mercúrio tem como objeto de investigação uma ramificada organização criminosa atuante no roubo e receptação de caminhões e cargas, em seus diversos núcleos (operacional, jurídico, lavagem de dinheiro, receptadores, apoio logístico, empresas fantasmas, entre outros).

As investigações duraram cerca de 10 (dez) meses e tiveram como origem as Operações Catira e Fideliza, deflagradas pela Polícia Federal em 2015.

Estão sendo cumpridos 45 (quarenta e cinco) mandados de prisão preventiva e 48 (quarenta e oito) mandados de prisão temporária, assim distribuídos:

Também estão sendo cumpridos 110 (cento e dez) mandados de busca e apreensão.

Os diversos mandados estão sendo cumpridos nas cidades de Anápolis/GO, Aparecida de Goiânia/GO, Araguari/MG, Bela Vista de Goiás/GO, Belém/PA, Campo Grande/MS, Chapecó/SC, Franca/SP, Goiânia/GO, Gouvelândia/GO, Inhumas/GO, Iraí de Minas/MG, Itumbiara/GO, Londrina/PR, Olinda/PE, Patrocínio/MG, Quirinópolis/GO, Rio Verde/GO, Santa Helena de Goiás/GO, Santa Juliana/MG, Silvânia/GO, Taipas do Tocantins/TO, Trindade/GO, Várzea Grande/MT, Vianópolis/GO e Uberlândia/MG.
Foi determinado o bloqueio bancário no montante de R$ 40.000.000,00 (quarenta milhões de reais), bem como decretado o sequestro de mais de 200 (duzentos) veículos.

A Operação Mercúrio contou ainda com o apoio imprescindível da Polícia Militar de Minas Gerais, Polícia Militar de Goiás, Polícia Civil de Goiás, Administração Penitenciária de Minas Gerais (SUAPE) e do GEPP (Grupo Especial do Patrimônio Público do MPMG).

Os números finais da operação serão divulgados tão logo sejam encerradas as diligências. Com informações da Assessoria de Imprensa/MPE/MG.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 30 de agosto de 2019 às 14:15:54
  • 30 de agosto de 2019 às 11:20:55