https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2019/09/Sem-título-1.png

RESERVA DE VAGAS

Comissão de Educação aprova cotas nas universidades para jovens da zona rural

A Comissão de Educação, Ciência, Tecnologia, Cultura e Desporto da Assembleia Legislativa de Mato Grosso votou favorável ao Projeto de Lei (PL) 394/2019, do deputado estadual Valdir Barranco (PT-MT). O PL determina reserva de vagas para alunos do ensino médio, oriundos da zona rural do estado, nos cursos de graduação em Ciências Agrárias oferecidos por instituições estaduais de ensino superior. O percentual de vagas ainda não foi definido.

“O objetivo é incentivar os jovens do campo a ingressarem na universidade em cursos voltados à melhoria, preservação e o aumento produtivo dos recursos naturais. Assim, formados em agronomia, engenharia florestal, zootecnia, ciência dos alimentos, geofísica, etc… poderão voltar pro campo e ajudar no desenvolvimento da zona rural e da agricultura familiar”, explicou o deputado.

Para do deputado o fortalecimento da economia rural depende da fixação do homem no campo e “isso passa por acesso dos jovens da agricultura familiar aos cursos de formação superior.”

“O conhecimento científico, aliado à tecnologia, é fundamental para o aumento da produtividade no campo. Não podemos aceitar que num estado onde existem cerca de 150 mil propriedades da agricultura familiar ainda haja tanta desigualdade social. Se dermos aos jovens da zona rural a oportunidade de se formarem na universidade, certamente eles vão voltar para o campo para ajudar no desenvolvimento de suas comunidades gerando renda. Aumentamos o acesso à universidade e diminuímos, ou até eliminamos, o êxodo rural”, concluiu o deputado.

O projeto segue agora para votação em plenário. Se aprovado, vai para a Comissão de Constituição e Justiça para parecer final e volta ao plenário para segunda votação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Mais


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 4 de setembro de 2019 às 17:03:54
  • 4 de setembro de 2019 às 17:02:53