https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2019/09/ASSEMBLÉIA-LEGISLATIVA-FACHADA-768x510.jpg

CPI DA SONEGAÇÃO FISCAL

Denúncia de deputado faz CPI convocar empresa de barão da soja de MT

Assessoria

O doleiro Lucio Funaro e o presidente da Amaggi, Judiney Carvalho, foram convocados para prestar esclarecimentos na Comissão Parlamentar Interna (CPI), que investiga a sonegação fiscal em Mato Grosso.

Os requerimentos aprovados nesta quinta-feira (05)  são de autoria do presidente da CPI, deputado estadual Wilson Santos (PSDB).

Funaro, de acordo com o parlamentar, deve prestar informações a respeito da CPI do BNDS, que tramita na Câmara Federal.

Nesta comissão, segundo o deputado, há diversos assuntos que envolvem Mato Grosso, incluindo graves acusações feitas pelo doleiro a políticos e empresários do estado.

“Queremos compartilhar tudo que trata de Mato Grosso para sabermos o que é que houve de sonegação para ver o que é possível aplicarmos aqui ou reconvocarmos. Por isso convocamos o doleiro, no seu depoimento ele fez graves a políticos e empresários aqui do estado”, explicou.

O presidente da Amaggi também deverá comparecer à Casa de Leis para dar explicações a cerca de acusações feitas pelo deputado estadual Lúdio Cabral (PT), afirmando que a empresa do ex-governador Blario Maggi (PP), não paga tributos referentes ao Fundo Estadual de Transporte e Habitação (Fethab).

“Como a empresa foi acusada em plenário, nada mais justo do que dar a oportunidade dela se defender. Esperamos que ela traga documentos e possa fazer um contraponto. Essa é uma CPI que vai dar um amplo direito de defesa, então como um deputado aqui da casa fez essa grave denúncia, o presidente da empresa foi convocado e deve expor se o grupo paga ou não paga Fethab”, esclareceu o presidente da comissão.

Além desses requerimentos, a comissão aprovou outros seis, entre eles o que trata da convocação do ex-governador Silval Barbosa.

Ele foi chamado com o objetivo de relatar sobre os atos de sonegação fiscal durante o período que esteve a frente do Palácio Paiaguás.

Na próxima terça-feira (10), o prefeito de Rondonópolis, José Carlos do Pátio (SD) prestará depoimento na Assembleia Legislativa (ALMT),  com informações referentes aos resultados obtidos na CPI à época em que era presidente da comissão.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 6 de setembro de 2019 às 15:59:09