https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2019/09/SAAD.jpg

CRISE NO NINHO

Divergência entre vereadores e deputados deixa PSDB "sem rumo" para 2020

Mato Grosso Mais

O presidente do PSDB de Cuiabá, vereador  Ricardo Saad (PSDB), revelou que divergências entre os três vereadores e dois deputados estaduais do partido deixam o diretório municipal “sem rumo” para disputar as eleições do próximo ano.

As afirmações foram dadas durante entrevista ao Mato Grosso Mais, nesta terça-feira (10).

Os vereadores Adevair Cabral, Renivaldo Nascimento e o próprio Saad acreditam que o caminho seja estar no arco de aliança do MDB, do prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), mas do outro lado, os deputados Wilson Santos e Carlos Avalone pensam diferente.

Esse impasse no ninho pode deixar o PSDB à deriva, com possibilidade de pôr em risco o projeto de reeleição dos três vereadores.

De acordo com Saad, a sigla passa por um momento de dificuldades financeiras, e que o fato de não saber de onde virá o fundo partidário, preocupa seus integrantes.

“Isso aí é uma coisa ruim para os vereadores. Porque hoje eu sou presidente de um partido que está passando por dificuldades financeiras, visto que todos que passaram antes não se preocuparam em arrumar a casa”, disse.

Apesar de querer uma candidatura própria para a disputa do Palácio Alencastro, o tucano não vê dentro do partido, um nome forte que possa concorrer ao pleito.

“Todos querem uma eleição própria, eu até acho que deveria ter. Mas nós precisamos ter um nome com respaldo político e que seja conhecido da população. A nossa preocupação é para que lado vamos, porque não podemos ficar sem lado nenhum. Eu não vejo nome no partido para ser nosso candidato a prefeito”, esclareceu.

Ainda sem caminho definido para o ano que vem, o PSDB deve começar a realizar algumas convenções nos próximos meses.

“Eu não sei como vai ser essa campanha política, se vamos encostar no prefeito ou no governo. Se depender dos deputados, já temos um caminho certo, mas eu repito, durante todo esse tempo que estou aqui, não vejo ninguém que possa ser candidato [a prefeito]”, explicou.

Na ocasião, o parlamentar também comentou a relação do PSDB com prefeito Emanuel Pinheiro (MDB).

De acordo com ele, o relacionamento com chefe do executivo municipal é considerado bom.

“Estamos do lado dele em termos, até que porque precisamos decidir nosso rumo. O que o prefeito tentou oferecer aos três vereadores para ficarmos na base deles, ninguém aceitou. Ninguém quis sair daqui para ser um secretário”, afirmou.

Veja o vídeo

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 12 de setembro de 2019 às 09:57:46
  • 12 de setembro de 2019 às 09:56:44