https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2019/09/000_1fg2rt_hzST3XY.jpg

FUTEBOL FRANCÊS

Relógio de R$ 317 mil some no vestiário do Nice, e jogador é suspeito

VALERY HACHE / AFP

Um episódio no vestiário do Nice, que disputa a primeira divisão do Campeonato Francês, virou caso de polícia e pode culminar no desligamento de um jogador das categorias de base. As informações são do jornal “L’Équipe”.

De acordo com a notícia, o atacante Dolberg, contratação mais cara do clube na última janela (€20,5 milhões), alegou que seu relógio desapareceu nas dependências do clube no dia 16 de setembro, segunda-feira da semana passada. O objeto de luxo é avaliado em €70 mil, o equivalente a R$ 317 mil.

Como o relógio não apareceu, Dolberg, então, prestou queixa na polícia, e o clima ficou tão ruim que o jogador teria ameaçado, inclusive, não entrar em campo na partida seguinte, contra o Dijon – ele por fim entrou e fez um dos gols na vitória por 2 a 1. E as investigações apontam para um ladrão: Lamine Diaby Fadiga, atacante de 18 anos da base da equipe.

Dolberg, atacante dinamarquês, contratado pelo Nice nesta temporada — Foto: YANN COATSALIOU / AFP
Dolberg, atacante dinamarquês, contratado pelo Nice nesta temporada — Foto: YANN COATSALIOU / AFP

O “L’Équipe” informa que o jovem jogador, que ainda não entrou em campo pela equipe principal na temporada, será ouvido pelos dirigentes do Nice nos próximos dias; e que o clube cogita até a rescisão de seu contrato.

O Nice ainda não se pronunciou sobre o caso.

Diaby Fadiga completa 19 anos em janeiro e tem passagens pelas seleções sub-16, sub-17 e sub-18 da França. Ele tem seis partidas disputadas no Campeonato Francês, todas elas na temporada passada.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO