https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2019/07/Eduardo-Botelho-20-Mauricio-Barbatn-990x556-785x466.jpg

CLAMOR POPULAR

Botelho critica duramente Energisa e alerta dificuldades para investigar concessionária

Reprodução

Diante das reclamações generalizadas nas redes sociais e da petição para abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) contra a Energisa, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho (DEM), criticou fortemente o serviço da empresa em Mato Grosso.

Contudo, apesar da movimentação para a criação do inquérito, que visa apurar valores abusivos cobrados no Estado, o Democrata afirma que a Casa de Leis não tem competência para conduzir as investigações.

“Acho que CPI pode até averiguar alguma coisa, mas o Estado não tem o poder de fiscalização sobre as concessionárias de energia. Elas são regidas por leis federais e pela Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica). O que sobra para nós é fazer as fiscalizações”,  explicou.

Nesta terça-feira (8), o deputado Eliseu Nascimento (DC) recolheu assinatura de 18 deputados para abertura da CPI.

Na internet, uma petição pública já conta com mais 2.100 assinaturas de populares com o mesmo pedido.

Na próxima terça-feira (15), a Assembleia Legislativa deve fazer uma discussão com a diretoria da empresa para debater o custo da energia em Mato Grosso e os atendimentos da Energisa.

“Realmente, o atendimento dela é péssimo, a qualidade do atendimento é péssimo, [a falta] de respeito que a Energisa tem, é impressionante. Eles estão nem ai”, finalizou.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 10 de outubro de 2019 às 11:00:36