https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2019/10/527a04d2a5fc58407898db3ccbc74701.jpg

SUPOSTO MENSALINHO

Deputado diz que delação de Riva não passa de especulações e lista não é novidade

Divulgação

O deputado estadual Paulo Araújo (PP) disse que a suposta delação do ex-deputado estadual e ex-presidente de Assembleia Legislativa (ALM-MT), José Geraldo Riva, não passa de especulações. As declarações foram dadas durante entrevista ao Mato Grosso Mais.

De acordo com o parlamentar, esses boatos sempre estiveram em torno do Poder Legislativo e que casos como este não são novidade.

“Não é de agora que surgem listas de delatados, isso aí para mim não é novidade. Mas como não tem fonte e o próprio delator não reconhece a origem, eu não posso falar em cima de suposições, delatores ou delatados”, disse.

Apesar de não querer comentar diretamente o assunto, o deputado disse que o fato de políticos, seja de qualquer um dos poderes, aparecerem envolvidos em qualquer tipo de escândalo, mancha a imagem das instituições. Paulo Araújo afirmou que no Brasil, existem diversas delações que são “plantadas”.

“Nós temos várias condenações  que estão sendo revertidas na Justiça, vários delatores que utilizam inclusive questões pessoais para poder prejudicar o outro ou tira um e coloca outro, né? Então o que a gente tem visto, principalmente em Brasília, que  é um carnaval de delações encomendadas. Por isso, nós temos que ter cautela com relação à questão das delações”, explicou.

Citando isto e o fato do próprio Riva não ter reconhecido a suposta delação, o deputado alerta que prefere aguardar se de fato as acusações procedem.

Disse ainda que apesar de não ter confirmação, o caso gera uma certa expectativa, principalmente por parte dos nomes supostamente delatados.

“Com certeza no momento oportuno tanto Assembleia Legislativa quanto os órgãos de controle irão ter acesso. Nós estamos trabalhando em cima de suposições e divulgações de trechos que a gente não sabe nem o próprio suporte. É lógico que gera uma certa expectativa principalmente em  quem tá dentro da relação, mas é aguardar”, afirmou.

A delação

Na última segunda-feira (07) começaram a circular notícias de que em uma suposta proposta de colaboração premiada, encaminhada ao Ministério Público Estadual (MPMT), por José Riva, revela pagamentos irregulares, o chamado “mensalinho”, para 38 parlamentares, durante os 20 anos em que o ex-parlamentar esteve na presidência da Casa de Leis.

O valor referente ao pagamento de propinas chegaram a R$ 175 milhões. Na lista de parlamentares que recebiam o mensalinho, estão nomes de deputados ainda com mandato e ex-parlamentares.

Veja o vídeo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Mais


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 10 de outubro de 2019 às 10:42:07
  • 10 de outubro de 2019 às 07:30:23