https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2019/09/3e50bfb2dfe39854c3770ce096fcb560.jpg

PREFEITURA DE CUIABÁ

Emanuel diz que não interfere em CPI e admite ficar fora da disputa em 2020

Reprodução

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), deixou escapar que não deve ser candidato à reeleição em 2020.

A fala ocorreu, na última sexta-feira (18),  durante a abertura da licitação para contratar empresas para operarem no transporte coletivo da Capital.

Indagado sobre a suspensão da Comissão Parlamentar de Inquérito movida contra ele, na Câmara de Cuiabá, que pode ser adiada para o ano que vem, e interferir em sua campanha, o executivo respondeu.

“Um ano eleitoral que eu nem devo ser candidato, é mais certo eu não ser. É aquilo que eu sempre falo, não interferi para criar a CPI, não interferi para funcionar, não interferi para acabar com ela, e não vou interferir na judicialização da CPI, é um assunto interno da Câmara Municipal, não cabe a mim, eu continuo fazendo aquilo para o qual fui eleito”, disse Emanuel.

Para 2020, o chefe do executivo visualiza vários nomes para suceder sua cadeira, Emanuel cita alguns políticos de peso.

“Eu já procuro no meio do nosso grupo de 12 ou 13 partidos, candidato com perfil para receber esse legado […] Eu observo alguns nomes, temos grandes nomes, Janaina Riva (MDB) é um grande nome, José Roberto Stopa (PV), e Misael Galvão (PSB), são grandes nomes, Adevair Cabral (PSDB) , Luis Claudio (Progressista)  e Juca do guaraná (Avante), são grandes nomes. Nós temos uma inflação de bons nomes, o que tem, é craque no nosso grupo”, elencou o prefeito.

O motivo que o emedebista alega para não se candidatar à Prefeitura de Cuiabá vem de dentro de casa, ele diz que a primeira-dama não quer que ele se reeleja como prefeito.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 21 de outubro de 2019 às 09:11:06
  • 18 de outubro de 2019 às 15:26:55