https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2019/10/sec-carlos-avalone-640.jpg

INVESTIGAÇÃO NA ALMT

CPI da Energisa define Thiago Silva vice-presidente e Carlos Avalone relator

Reprodução

O deputado estadual Carlos Avalone (PSDB) será o relator da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Energisa e o deputado Thiago Silva (MDB), que entrou no lugar do líder do Governo Dilmar Dal’ Bosco (DEM), vai ser o vice-presidente da CPI.

A definição saiu agora há pouco em uma reunião realizada na sala 201 da Assembleia Legislativa.

Mais cedo, o deputado estadual Elizeu Nascimento (DC) disse, em entrevista à imprensa, que os novos membros são: Elizeu Nascimento (presidente), Paulo Araújo (PP), Carlos Avalone (PSDB), Thiago Silva (MDB), Dr Eugênio (PSB).

Na suplência ficaram os deputados delegado Claudinei (PSL), Romoaldo Júnior (MDB), Xuxu Dal Molin (PSC), Dilmar Dal Bosco (DEM) e Valdir Barranco (PT).

Elizeu Nascimento argumentou que os primeiros a serem convocados para darem esclarecimentos serão o Procon e o sindicato dos trabalhadores da Energisa.

A CPI tem o objetivo de apurar irregulares da companhia sobre a onda de aumento abusivo nas contas de luz dos consumidores, o enxugamento no quadro de funcionários e a baixa qualidade do serviço prestado.

Após obter as 19 assinaturas necessárias, o pedido para abertura da Comissão foi protocolado junto à Mesa mesa diretora da Assembleia Legislativa (ALMT) e a CPI foi criada no dia 11 de outubro.

De acordo com o parlamentar, o aumento expressivo nas últimas faturas, que segundo ele, em alguns casos, os valores até triplicaram, é um dos motivos que resultaram na abertura da CPI.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 24 de outubro de 2019 às 08:02:50
  • 23 de outubro de 2019 às 16:08:35