https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2019/10/unnamed-1.jpg

REQUINTES DE CRUELDADE

Autor de feminicídio é condenado a 30 anos de prisão

ESCAPE 60

O autor de um feminicídio cometido com requinte de crueldade, ocorrido no município de Nova Canaã do Norte (699 km ao Norte de Cuiabá), foi condenado pela Justiça após investigações da Polícia Judiciária Civil para elucidação do caso.

A ocorrência foi registrada no dia 25 de setembro de 2016, na residência do casal situada no distrito Colorado. Motivado por ciúmes e usando uma faca, Maurício Lopes Feitosa, 30, matou sua companheira Genilza Alves de Oliveira, 27.

Conforme apuração da Polícia Civil, o crime foi tipificado como homicídio qualificado por meio cruel (a vítima foi degolada com faca), por traição (enquanto a vítima dormia), feminicídio (contra a esposa), e majorado em razão de ter sido praticado na presença do filho menor de idade.

Com a conclusão do inquérito policial, o processo criminal transitado em julgado condenou, em dezembro de 2018, Maurício Lopes Feitosa à pena de mais de 30 anos de reclusão.

De acordo com o delegado de Nova Canaã do Norte, Ruy Guilherme Peral da Silva, na época dos fatos o suspeito foi preso em flagrante pela Polícia Militar e as investigações concluídas em 8 dias. Na ocasião também foi representado pelo pedido de prisão preventiva do autor do crime, que continua privado de liberdade até hoje.

“Por se tratar de caso de grande repercussão na cidade, pelos requintes de crueldade, merece ser relembrado neste mês de outubro, fazendo analogia à atenção dispensada às mulheres no âmbito da Campanha Outubro Rosa. As ações das forças policiais e especialmente da Polícia Civil são efetivas na proteção das mulheres e repressão a crimes praticados contra elas”, destacou Ruy Guilherme Peral da Silva.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *