https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2019/10/Lupi-na-Convenção-de-Mato-Grosso-1200x630.jpeg

LÍNGUA AFIADA

Desafeto político, presidente nacional diz que eleição de Mendes fez PDT dar troco em Taques

Assessoria

O presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, estava inspirado, no último sábado (26), quando participou da convenção do partido no Hotel Fazenda Mato Grosso, em Cuiabá.

Lupi chegou a cantar durante o evento e no final. O presidente cantou o samba “Juízo final”, acompanhado pelo piano do maestro Fabricio de Carvalho, já lançado como pré-candidato à prefeitura de Cuiabá pelo PDT.

Mas o dirigente nacional também não perdeu a oportunidade para mandar um duro recado ao ex-governador Pedro Taques (PSDB), que de 2010 até meados de 2015 estava na sigla de Leonel Brizola.

O presidente disse que a eleição do governador Mauro Mendes (DEM), que estava na convenção, foi como uma espécie de troco para o tucano.

O chefe do executivo estadual lembrou que contou com apoio do PDT desde a eleição de 2010 e afirmou que a união pode ser mantida para a disputa de 2020.

O presidente do DEM em Mato Grosso e suplente de senador, Fábio Garcia, seguiu na mesma linha, assim como os secretários de Estado Mauro Carvalho (Casa Civil) e Gilberto Figueiredo (Saúde).

A convenção serviu para homologar Allan Kardec como novo presidente do diretório do Estado.

Ele vai substituir o presidente da comissão provisória estadual e prefeito de Diamantino, Eduardo Capistrano. Foi eleito juntamente com o novo diretório que terá mandato de dois anos.

O grupo foi a único inscrito na convenção e vai ter como missão principal buscar o fortalecimento interno visando as eleições municipais de 2020.

“Assumimos a direção do PDT com a missão de dialogar com os diferentes segmentos da sociedade e todos os setores do partido na construção de um processo coletivo”, afirmou Allan, após anunciar que a legenda pretende ter diretórios nos 141 municípios e ser protagonista nas eleições municipais do ano que vem, principalmente porque em 2020 não haverá coligação para a disputa a vereador.

Lupi conclamou o PDT a ter candidatos a prefeito em todas as capitais brasileiras.

O PDT de Mato Grosso tem o vice-governador Otaviano Pivetta, 81 vereadores, seis prefeitos e três vice-prefeitos, além de um deputado estadual, Kardec, que está licenciado.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 28 de outubro de 2019 às 20:20:49
  • 28 de outubro de 2019 às 19:04:42