https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2019/10/1_wilson_witzel-12799122-e1566937853998.jpg

ACUSADO POR BOLSONARO

Vídeo mostra governador do Rio sendo chamado de “traidor”

Agência Brasil

O governador do Rio de Janeiro Wilson Witzel foi recepcionado por moradores de Itaperuna, interior do Estado, em clima de muita hostilidade, nesta quarta-feira (30).

Várias pessoas, usando o celular para gravar a cena, chamaram o chefe do executivo carioca de “traidor” e a ainda a expressão “coisa feia” em decorrência das afirmações feitas pelo presidente Jair Bolsonaro.

Bolsonaro acusa Witzel de vazar informações para TV Globo sobre o episódio em que um dos suspeitos de participar da morte da vereadora Marielle Franco teria ido ao condomínio onde Bolsonaro tem casa à procura dele.

O fato teria ocorrido em março do ano passado, quando Bolsonaro era deputado federal.

No dia em que o evento aconteceu, Jair Bolsonaro não estava em casa, mas participando de votação na Câmara dos Deputados.

O vazamento da informação ocorreu quando esse suspeito chegou na portaria do residencial dizendo que iria na casa 58, que é de Bolsonaro.

Após o porteiro ligar para a residência, o mesmo teria dito em depoimento à polícia que teria falado com Bolsonaro.

Porém, ao conseguir entrar no condomínio, esse suspeito foi em outra casa, de outro homem também acusado de participar da morte da vereadora carioca.

Esta semana, a TV Globo exibiu a reportagem citando esses fatos.

Bolsonaro reagiu e disse que o que e emissora fez foi “ca-na-lhi-ce!” tentar envolvê-lo no crime e atribuiu ao governador do Rio de Janeiro o vazamento das informações, já que segundo Bolsonaro, o próprio governador já o havia alertado que o porteiro teria citado seu nome nesse episódio.

Bolsonaro questionou o fato de Witzel ter acesso à informação que está em segredo de justiça.

O governador esteve em Itaperuna para fazer o repasse de verbas para áreas de saúde, educação, meio ambiente e infra-estrutura.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *