https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2019/07/639.jpg

JULGAMENTO DA GRAMPOÂNDIA

Zaqueu Barbosa é condenado a 8 anos, cabo tem perdão judicial

Mato Grosso Mais

O ex-comandante da Polícia Militar de Mato Grosso, coronel Zaqueu Barbosa, foi condenado a 8 anos de prisão, no regime semiaberto, no julgamento da Grampolândia Pantaneira.

Os outros oficiais Evandro Lesco, Ronelson Barros e Januário Batista foram absolvidos. A decisão saiu na noite desta quinta-feira (7).

O cabo Gérson Corrêa conseguiu perdão judicial por ter colaborado durante as investigações dos grampos ilegais.

Os militares eram acusados de participarem de um esquema de escuta telefônicas que grampeou ilegalmente políticos, autoridades e jornalistas. O caso veio à tona em 2017, sob a gestão do então governador Pedro Taques (PSDB).

Grampos ilegais

As investigações que culminaram na prisão de ex-secretários e oficiais de alta patente da Polícia Militar de Mato Grosso apontaram para um esquema de escutas ilegais que foi capaz de interceptar mais de 800 conversas de políticos, advogados e jornalistas.

Os telefones foram interceptados com autorização judicial através de uma técnica denominada barriga de aluguel, quando números de pessoas não investigadas foram incluídos nos pedidos de interceptação encaminhados aos magistrados.

As ações contra os acusados foram para a Justiça Militar, para a Justiça Federal e para o Tribunal de Justiça de Mato Grosso, onde o relator é o desembargador Orlando Perri.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 8 de novembro de 2019 às 11:44:48