https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2019/11/claudia-soldado-e1573733485821.jpg

CRIME EM COLNIZA

PM revela momentos de tensão ao impedir morte dentro de sorveteria

PMMT

A soldado PM Claudia Kafer, que impediu um homicídio no último dia 03 de novembro, em Colniza (1.065 km de Cuiabá), relatou ao Mato Grosso Mais os detalhes da ação que salvou a vida de um homem, agredido por golpes de facão, em uma sorveteria do município.

A policial militar disse que na hora do ato, ela e seu namorado pagavam a conta no estabelecimento comercial, quando ouviu barulho de cadeiras se arrastando.

De acordo com ela, no primeiro momento, imaginou que fosse uma briga, porém, percebeu que o agressor portava um facão.

“Eu saquei a arma e comecei a gritar com ele: larga o facão. Ele não me atendeu, e eu não vi outra opção a não ser interferir com um disparo de arma que pegou na perna e fez ele parar”, disse.

Claudia explicou ainda que pensou que a vítima seria morta pelo agressor. “Eu já estava gritando com ele, também ouvi outras pessoas que também estavam gritando e nada adiantava. Pensei que ele ia matar a outra pessoa”, revelou.

Entre a chegada do agressor e a intervenção policial, foram aproximadamente 18 segundos, conforme recordou a Policial Militar.

“Foi muito rápido, foi Deus que ajudou a acertar. As pessoas elogiaram a ação e gostaram porque lá é um lugar que tem muitos problemas parecidos com este”, finalizou.

Nesta semana, a Soldado recebeu do comandante-geral da Polícia Militar, coronel PM Jonildo José Assis, uma homenagem com a entrega formal de uma ‘Menção Elogiosa’.

Veja os vídeos

 

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 16 de novembro de 2019 às 09:19:59
  • 15 de novembro de 2019 às 08:08:41