https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2019/08/WWWWIMG_9798.jpg

SEM FUNDAMENTAÇÃO

Sindicato dos Delegados de MT emite nota de repúdio contra transferência de Tofolli e Veiga

Abdalla Zarour

A presidente do Sindicato dos Delegados de Polícia de Mato Grosso Mato Grosso, delegada Maria Alice Barros Martins Amorim, emitiu nota de repúdio, nesta terça-feira (3), contra a transferência dos delegados Anderson Veiga e Lindomar Tofolli da Delegacia Fazendária, agora lotados na Diretoria Metropolitana, pelo delegado-geral da Polícia Civil, Mário Dermeval Aravechia de Resende.

“É importante ressaltar que se trata de dois Delegados de ilibada conduta, extremamente competentes e experientes no combate ao crime contra a ordem tributária e administração pública, sempre trabalharam com independência e autonomia e nunca se submeteram a pressão externa no exercício de suas funções”, diz trecho da nota.

Segundo Maria Alice, a remoção dos dois policiais ocorreu sem fundamentação legal e o Sindicato e a Associação dos Delegados de Polícia de Mato Grosso se manterão vigilante em defesa das prerrogativas e dos direitos dos dois delegados. (veja nota completa ao final da reportagem)

A transferência dos dois delegados ocorre após a denúncia feita pelo prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), de suposto uso da máquina pública estatal, via Delegacia Fazendária (Defaz), para prejudicá-lo politicamente.

O caso em que Emanuel acusa o suposto uso da Defaz envolve a denúncia de uma servidora da Saúde que acusa o prefeito de tentar comprar vereadores para cassar o mandato de Abílio Jr.

O prefeito teria conhecimento de que delegados da Defaz já estariam orientados a agir com rigor contra ele.

Porém, os mesmos policiais não teriam aberto nenhuma investigação, que teria como alvo um jantar na casa do vereador Juca do Guaraná, ocorrido no dia 21 passado.

Emanuel encaminhou a denúncia à Assembleia Legislativa e pediu aos deputados que o caso seja apurado e que estaria à disposição para esclarecer quaisquer dúvidas.

NOTA DE REPÚDIO

A Presidente do Sindicato dos Delegados de Polícia de Mato Grosso, Maria Alice Barros Martins Amorim, vem a público repudiar a forma como os Delegados Anderson Veiga e Lindomar Tofolli então lotados na Delegacia Fazendária, na data de hoje, foram removidos da unidade e lotados na Diretoria Metropolitana.

A remoção se deu em ato administrativo sem razões fáticas e fundamentação legal.

É importante ressaltar que se trata de dois Delegados de ilibada conduta, extremamente competentes e experientes no combate ao crime contra a ordem tributária e administração pública, sempre trabalharam com independência e autonomia e nunca se submeteram a pressão externa no exercício de suas funções.

Suas trajetórias foram marcadas pela defesa da sociedade com idealismo e convicção, possuem uma história em Mato Grosso, construída com muito trabalho e dedicação e, portanto gozam de irrestrito apoio e consideração de toda a categoria.

O Sindicato e Associação dos Delegados de Polícia de Mato Grosso se manterão vigilante em defesa das prerrogativas e dos direitos destes grandes profissionais.

MARIA ALICE BARROS MARTINS AMORIM 
Presidente do Sindicato dos Delegados de Polícia de Mato Grosso Mato Grosso

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 4 de dezembro de 2019 às 07:40:59
  • 3 de dezembro de 2019 às 18:07:19