https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2019/12/whatsapp-image-2019-12-05-at-09.56.46.jpeg

NO INTERIOR DE MT

Casal é resgatado de situação análoga à escravidão em fazenda

Foto: Polícia Militar

Um casal que era mantido em situação análoga à escravidão foi resgatado em uma fazenda no município de Pontal do Araguaia, a 518 km de Cuiabá. O resgate ocorreu na quarta-feira (4) e foi divulgado nesta quinta-feira (5) pela Polícia Militar.

De acordo com a PM, as vítimas têm 49 e 48 anos e foram encontradas em uma propriedade em condições desumanas, análogas à escravidão, e moravam no Assentamento Brilhante.

O resgate do casal contou com profissionais do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS).

As vítimas relataram que não recebiam qualquer tipo de pagamento pelo trabalho prestado e que a única refeição que comiam era arroz com soro de leite.

A mulher contou que possui um benefício, no valor de um salário-mínimo, que é retido pela proprietária da fazenda.

Ela também revelou que foi abusada sexualmente pelo marido da proprietária da fazenda, que ainda a agrediu fisicamente com um facão.

Já homem contou que diariamente ele a a mulher sofrem maus-tratos e agressões.

Ele lembrou que em um momento de fome extrema teriam matado uma galinha da propriedade para se alimentarem, porém, ao serem descobertos, foram agredidos por um dos filhos da proprietária da fazenda.

Segundo constatados pelos agentes do CRAS, a situação de higiene do local onde as vítimas ficavam eram péssimas.

A equipe verificou ainda que eles eram obrigados a fazerem suas necessidades fisiológicas no mato, além de não possuírem calçados e nenhum material de higiene pessoal.

A proprietária da fazenda, de 80 anos, negou as acusações. Ela relatou que encontrou as vítimas em situação de vulnerabilidade e teria trazido elas para trabalharem na fazenda.

A suspeita afirmou que fazia o pagamento, oferecia alimentação e moradia.

A proprietária e a filha dela foram encaminhada para a Delegacia da Polícia Federal em Barra do Garças, a 516 km de Cuiabá.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 6 de dezembro de 2019 às 07:45:49