https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2019/12/c735f86f7b246d2052934cdfbaee9da4.jpg

DEDICAÇÃO

Adoções triplicam e resgates de gatos e cachorros dobram em 2019

Luiz Alves

Este foi o ano de consolidação da Diretoria de Bem-estar Animal. Com 283 animais resgatados e destes, 212 adotados, o órgão municipal mais que dobrou seu número de atendimentos com relação ao ano de 2018. A Diretoria é vinculada à Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano.

“A Diretoria iniciou os trabalhos em março de 2018 e, desde então, vem trabalhando para estender aos animais, a gestão humanizada. Nós da Secretaria de Meio Ambiente trabalhamos todos os dias com o respeito à natureza, respeito aos animais”, declarou o secretário de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano, Juares Samaniego.

Em quase dois anos de serviços prestados, o órgão se consolida como referência no resgate, fiscalização de maus-tratos e promoção da adoção responsável de animais domésticos em Cuiabá.

“É um trabalho diário de dedicação aos animais. A demanda é alta, atendemos em média 12 denúncias por dia em nosso 0800, mas é um esforço para atender da melhor forma possível, pois temos uma equipe que se preocupa verdadeiramente com o bem-estar dos animais”, explicou a Diretora de Bem-estar Animal, Saula Ouverney.

Por meio do Disque Denúncia (0800 647 7755), a Diretoria recebeu no primeiro semestre de 2019, 559 denúncias de maus-tratos, abandono e pedido de resgate de animais atropelados em vias públicas. Número correspondente às denúncias de todo o ano de 2018.

Após receberem os cuidados dos profissionais veterinários da Diretoria, os animais resgatados ficam disponíveis para adoção responsável. Para os que querem adotar um dos animais que estão sob a tutela da Diretoria, é necessário entrar em contato pelo 0800 647 7755 para que uma triagem seja feita e se verifique a aptidão para adoção.

Todos os animais são entregues para adoção já vermifugados, vacinados e castrados. Em caso de filhotes, o futuro dono assina um termo de responsabilidade se comprometendo a retornar com o animal, em período determinado, para que a Diretoria realize a castração. A medida é uma das ações do órgão para reduzir a proliferação de possíveis animais abandonados.

A Diretoria ainda enfatiza que a pessoa, ao adotar um animal assume os seguintes compromissos: atendimento das necessidades físicas, psicológicas, ambientais e de saúde do animal; prevenção de riscos que ele possa causar à comunidade ou ao ambiente, como agressão, transmissão de doenças ou de danos a terceiros. Essas e demais recomendações podem ser consultadas na Lei Complementar 463/2017.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *