https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2019/12/WhatsApp-Image-2019-12-30-at-07.45.26.jpg

EM VÁRZEA GRANDE

Mulher é assassinada com um tiro na cabeça na frente dos 3 filhos em VG

PMMT

Uma mulher identificada como Daiany Tatsch Gorget Duarte de 25 anos, foi assassinada na frente dos três filhos, com um disparo de arma de fogo na cabeça, na madrugada desta segunda-feira (30), no Bairro Residencial Gilson de Barros, em Várzea Grande.

Segundo o boletim de ocorrência, no local do crime, havia três crianças, filhos da vítima, o menor I.G., afirmou que dois homens, não identificado, entraram na sua casa e atiraram em sua mãe, disse ainda, que seu pai, que está preso, seria o mandante do crime.

Uma guarnição da Polícia Militar foi acionada para atender uma ocorrência, por volta das 03h20, onde havia uma mulher alveja da cabeça, constatado o fato, foi acionado o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) que confirmou o óbito da vítima.

A PM tentou entrar em contato com o Conselho Tutelar, mas, não obteve retorno. As crianças foram deixadas com a avó materna.

A casa foi isolada e analisada pela Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec), a Polícia Civil investiga o caso, por meio da Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

A PM não confirma a participação dele como mandante. Visto que tal acusação foi feita por crianças. O relato das crianças foi incluído no boletim de ocorrência para auxiliar as investigações da PJC/DHPP.

O PAI DAS CRIANÇAS 

Izaias Pereira Duarte, vulgo “Caverninha”, de 26 anos, teve a prisão temporária decretada em 2012, suspeito de matar um policial civil e um militar e deixar outro militar ferido, na época ele tinha 19 anos. Caverninha está preso na Penitenciária Central do Estado (PCE).

Isaias matou o Policial Civil Manoel Alves de Almeida, de 55 anos, na noite do dia 22 de Julho de 2012, no bairro CPA IV, em Cuiabá.

Segundo informações, o agente foi morto após reagir ao ver sua moto sendo roubada. Policiais militares levaram a vítima para o Pronto Socorro de Cuiabá, mas Manoel, não resistiu aos ferimentos e morreu ao chegar ao Box de Emergência.

Izaías no mês de Junho, atirou contra um policial militar, em Várzea Grande. O militar trabalhava de segurança no supermercado “Bom Jesus”, quando foi baleado na boca. Ele também matou um cabo da Polícia Militar há dois anos.

A ficha criminal de Isaias é ainda mais extensa, além de matar dois policiais, ele já assassinou outras três pessoas, e tentou matar mais duas. O criminoso também tem passagens por roubo.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 30 de dezembro de 2019 às 13:55:20
  • 30 de dezembro de 2019 às 13:54:35