https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2020/01/WhatsApp-Image-2020-01-20-at-14.32.59.jpeg

CPI DO PALETÓ

Emanuel diz que vereadores de oposição estão perdidos, desnorteados e sem pauta para atingi-lo

Leonardo Mauro / Mato Grosso Mais

Após a determinação para a retomada da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), conhecida como CPI do Paletó, pela desembargadora Helena Maria Bezerra Ramos, do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), diz que a oposição vai usar a investigação para fins políticos.

“Não tenha dúvida, que é esse o desejo dos nossos adversários que hoje não têm pauta, eles estão perdidos, estão desnorteados e se apegam a qualquer situação, por menor que seja, para tentar promover alguma pauta que atinja o prefeito da capital”, disse Emanuel.

A decisão da desembargadora é do último dia 10 de janeiro. O inteiro teor da revogação da liminar é para ser publicada esta semana, após o recesso forense do TJMT, que termina nesta segunda-feira (20).

A decisão tem efeito imediato, onde já pode ser dada a continuidade dos trabalhos de investigação da comissão. Mas a Câmara Municipal de Cuiabá também está em recesso, e só volta aos trabalhos dia 04 de fevereiro.

A CPI investiga eventual quebra de decoro do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), com base em um vídeo que mostra o prefeito recebendo maços de dinheiro, supostamente de propina, no Palácio Paiaguás.

“É o que eu sempre tenho dito, com relação a essa e a todas as outras CPIs, não me envolvi para criar, não me envolvi no funcionamento, não me envolvi na judicialização e não vou me envolver em nenhuma decisão da CPI, muito menos nas decisões judiciais. É uma questão interna da Câmara Municipal de Cuiabá”, respondeu o prefeito.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 21 de janeiro de 2020 às 09:39:33
  • 21 de janeiro de 2020 às 08:07:45