https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2020/01/como-montar-um-playground-infantil-guia-passo-a-passo-740x370.jpg

Governo de MT - MT Mais Social - Setembro

'EM CRECHE'

Bebê de 1 ano sofre traumatismo craniano ao cair de escorregador

DA REDAÇÃO / MATO GROSSO MAIS
[email protected]

ILUSTRAÇÃO

A família de uma criança, de 1 ano de idade, fez uma denúncia em uma rede social, em que segundo ela, o menino teria caído de um escorregador e batido a cabeça nas dependências do hotelzinho infantil, no município de Campo Verde (136 km de Cuiabá).

Segundo a publicação da tia da vítima, Ariadis Oliveira, no dia 10 de janeiro deste ano, a criança sofreu traumatismo craniano e se encontra na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) pediatra do Hospital Santa Casa, em Rondonópolis (212 km de Cuiabá).


“(Ele) Também se encontrava com hematomas na face, onde fica muito difícil aceitar essa suposição. Na verdade, não existe essa possibilidade pelo tamanho da fratura. Mentiras, mentiras e mais mentiras”.


Ela relatou que uma responsável pelo hotelzinho afirmou que não estava nas dependências do prédio quando ocorreu o acidente. Ele teria sido deixado sozinho no quintal, enquanto a monitora atendia outras crianças.

Os familiares denunciam ainda o descaso da direção da ‘creche’ e cobra explicações.

Segundo ela, a responsável teria informado que as demais monitoras disseram que o menino foi encontrado desacordado tendo sangramento pelo ouvido.

A família está abalada e não acredita nas versões informadas pela direção do hotelzinho. Indignada, Ariadis aponta contradições nas versões apresentadas pela ‘creche’.

Segundo a tia do bebê, ele já estava sangrando antes do socorro chegar, porque havia sangue seco no local e nenhuma marca de sangue no escorregador. Ela relata ainda a demora e descaso na comunicação à família.


“Por volta das 15 horas (acriança) foi socorrido, mas só comunicaram os pais exatamente às 15h44, sendo feita por uma menina de menor de idade. Queremos apenas a verdade”, conclui.


Ainda sobre a prestação de socorro, a tia conta que a criança foi socorrida por um motociclista que passava pela rua, que com uma vizinha levaram o menino ao hospital. Versão também considerada pela família como contraditória.

Até o momento, a direção do Hotelzinho ainda não se pronunciou sobre o caso.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *