https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2020/01/Goleiro-Bruno.jpg

PRESSÃO POPULAR

Após fortes protestos, Operário de VG anuncia que não vai mais contratar Bruno Fernandes

Divulgação

O Operário de Várzea Grande emitiu uma nota pública, na tarde desta quarta-feira (22), informando que não vai mais contratar o goleiro Bruno Fernandes.

O Clube não deixou claro quais foram os motivos que levaram o time a desfazer a ideia de ter o atleta para o Campeonato Mato-grossense e para a Copa do Brasil.

Desde que foi anunciada a possível contratação de Bruno, o Operário passou a ser alvo de críticas.

Nesta terça-feira (21), na estreia do Estadual, dezenas de mulheres protestaram na frente do estádio Dito Souza, em Várzea Grande.

Os protestos também invadiram as redes sociais. Torcedores e personalidades políticas como as deputadas Janaina Riva (MDB) e Rosa Neide emitiram nota de repúdio contra o tricolor.

Duas empresas anunciaram que não iriam mais patrocinar o clube, Martinello e Sicredi. Com a decisão, é possível que as duas possam voltar a estampar as marcas na camisa operariana.

Bruno foi condenado em 2013 pela morte da ex-amante Eliza Samúdio. O crime ocorreu no ano de 2010 e, desde então, o corpo dela não foi localizado.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 23 de janeiro de 2020 às 12:56:26
  • 22 de janeiro de 2020 às 20:20:40