https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2019/07/Sec-Gallo.jpg

ETANOL NAS ALTURAS

Rogério Gallo empurra para empresários responsabilidade por aumento nas bombas

Mayke Toscano

O secretário de Fazenda de Mato Grosso, Rogério Gallo, empurrou para os empresários do setor de combustível do Estado a responsabilidade pelo aumento absurdo do etanol nas bombas de combustíveis.

Segundo Gallo, em entrevista à rádio Mega FM, na manhã desta quinta-feira (23), o aumento do ICMS no combustível foi de 2%, com a reforma tributária feita pelo Governo Mauro Mendes (DEM) em 2019.

E que em dezembro passado, o preço cobrado do etanol em Cuiabá era de R$ 2,91.

Para o chefe da Sefaz, o valor do álcool deveria ser de R$ 2,97 e não R$ 3,17 como está sendo praticado nos últimos dias.

“Nós somos autossuficientes em etanol, nós exportamos etanol para outros estados da federação. O local que mais se utiliza no abastecimento é o estado de Mato Grosso. O impacto não foi os vinte centavos que está na bomba, no máximo seis centavos”.

Mato Grosso produz em torno de R$ 17 milhões de toneladas de cana-de-açúcar, mais de 1 bilhão de litros de etanol por ano.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 23 de janeiro de 2020 às 19:03:03
  • 23 de janeiro de 2020 às 18:59:40