https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2019/07/Emanuel-16-07-19.png

SOLTO NA BRAQUIÁRIA

Surra pública e o silêncio sepulcral dos companheiros de partido

Mharcell Douglas

Um dia após ser criticado duramente pelo governador Mauro Mendes (DEM), durante uma entrevista na rádio Vila Real, estranhamente, não se viu em nenhum lugar uma liderança do MDB defender o prefeito de Cuiabá,  Emanuel Pinheiro (MDB), dos ataques intermitentes do chefe do executivo estadual.

O comandante do Alencastro levou uma “surra” publicamente da mais alta liderança política de Mato Grosso e o silêncio sepulcral dos emedebistas chega a ser constrangedor.

Nenhum deputado, como Thiago Silva, Romoaldo Júnior, Janaina Riva,  e nem mesmo o dono da legenda, Carlos Bezerra, emitiram uma notinha repudiando tamanho massacre.

Com companheiros assim na sigla, Emanuel Pinheiro parece nem precisar ter mais inimigos, além de Mauro Mendes.

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *