https://matogrossomais.com.br/wp-content/uploads/2020/01/vlt-e1518200220810-785x466.jpg

MENDES NEGA

Veja diz que Governo de MT quer dividir despesas do VLT com municípios; Mendes nega

Gcom

A coluna Radar, da Revista Veja, publicou, nesta terça-feira (28), que o governador Mauro Mendes (DEM) sugeriu que a cobrança de tarifas e serviços para subsidiar o funcionamento do Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT) seja bancado pelos 141 municípios do Estado.

Ontem, durante a entrega do COT da UFMT, Mendes negou que tenha sugerido essa possibilidade.

“Não. Nunca houve uma conversa minha nesse sentido”, resumiu Mendes ao ser questionado sobre a publicação da revista, em entrevista ao site Midianews.

O VLT é um dos principais entraves das obras da Copa do Mundo de 2014 em Mato Grosso.

O modal aparece na delação do ex-governador Silval Barbosa (sem partido). Segundo o ex-gestor, ele teria recebido propina no valor de R$ 18 milhões do consórcio construtor.

Segundo Veja, a ideia é retomar a obra a partir de uma concessão pública que poderá ser intermediada pelo governo de Jair Bolsonaro.

De acordo com a revista, a negociação corre no Ministério do Desenvolvimento Regional.

A reportagem de Veja diz que no dia 10 de fevereiro será realizada uma reunião para discutir o assunto com o  ministro Gustavo Canuto, que vai receber Mendes e os prefeitos de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), e de Várzea Grande, Lucimar Campos (DEM).

A publicação traz que quem adiantou as conversas em Brasília foi o senador Wellington Fagundes (PR), presidente da Frente de Logística do Senado. (Com Radar, Veja).

Veja Mais

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO

  • 29 de janeiro de 2020 às 15:09:58
  • 29 de janeiro de 2020 às 15:00:59